Pão Australiano

Pão AustralianoO pão australiano é realmente uma delícia. Para falar a verdade, não sei se comem esse pão na Austrália; quem o torna popular é a famosa cadeia de restaurantes Outback Steakhouse®. Quem nunca foi ao restaurante, está perdendo uma refeição deliciosa. Especializado em bifes (ou steaks no original), e com temática australiana, o restaurante serve como entrada um delicioso pão.

O segredo da receita dessa delícia é guardado a 7 chaves. Uma simples procura no google por “Pão Australiano”, “Pão Outback”, “Outback bread”, “Aussi bread” e assim por diante, gera milhares de links. Existem diversas versões da receita disponíveis na rede, com ingredientes variados. Nós do ChefRS fizemos vários testes, modificando e adaptando diversas receitas nas últimas semanas e, ao que parece, chegamos em uma versão satisfatória.

Fatia de Pão AustralianoO pão tem uma cor escura e um sabor adocicado. A cor escura vem da farinha integral e o adocicado de melado ou mel. Optamos pelo mel. Achamos que o sabor fica melhor. Alguns blogs indicam que para obter a cor real, ou seja, aquela do verdadeiro pão servido no restaurante, deve-se adicionar corantes. Realmente o pão produzido pela receita abaixo não é tão escuro como o servido no Outback.

Abaixo a receita, também em formato mp3 e pdf. Existem três formas de prepara-la:

  1. De maneira totalmente manual, usando forno convencional;
  2. Bater a massa na máquina de pão e depois assar em forno convencional;
  3. Totalmente feita na máquina de pão.

Pães AustralianosAs opções 1 e 2 geram pães mais gostosos, eles ficam com uma consistência mais parecida com a original. Sem contar que a apresentação fica muito melhor, fato que pode ser constatado pelas fotos do post. Porém, a opção 3 é muito mais prática. Gera aquele pão retangular tradicional das máquinas e com um furo embaixo, causado pelo misturador. A consistência dessa versão fica muito semelhante a de outros pães feitos em máquinas de pão, tais como pão integral ou pão d’água.

Vamos a receita com as três variações. De qualquer jeito fica a recomendação para visitar o Outback. Além do delicioso pão, recomendo a exclusiva Blooming Onion® e o maravilhoso Ribs on the Barbie.

Receita de Pão Australiano (mp3pdf)

Ingredientes

  • 1 e ¼ xícaras de água morna
  • 2 colheres de sopa de margarina
  • ¼ de xícara de mel
  • 2 xícaras de farinha de trigo
  • 1 xícara de farinha de trigo integral
  • 1 xícara de farinha de centeio
  • 1 colher de sopa de chocolate em pó
  • 3 colheres de sopa de açúcar mascavo
  • ½ colher de chá de sal
  • 2 colheres de chá de fermento biológico seco instantâneo
  • quanto basta fubá

Modos de Preparo

A. Preparo Manual

1. Em uma superfície plana, preferencialmente de mármore ou granito, despeje as farinhas (trigo, trigo integral e centeio), o chocolate, o sal e o açúcar mascavo. Abra um buraco no meio e acrescente um pouco de água morna. Misture e vá repetindo o processo até a água acabar. Ao final, misture a margarina, o mel e o fermento. O processo gera uma massa uniforme e macia. Deixe descansar por uma hora em temperatura de cerca de 35ºC.

Massa do Pão Australiano

2. Modele os pães conforme desejado. Pode ser dividido em duas partes e assado em formas de pão ou em porções menores. Por exemplo, 6 pãezinhos de cerca de 12cm por 5cm. Pouvilhe os pães com fubá. Coloque-os em uma ou mais assadeiras untadas, cubra com um pano e deixe descansar até dobrar de tamanho (cerca de 1 hora).

massa antes do segundo crescimentomassa depois do segundo crescimento

3. Pré-aqueça o forno a 180ºC. Leve os pães crescidos para o forno e deixe assar até dourar (cerca de 35/40 minutos). Tire do forno e deixe esfriar por 15 minutos. Sirva com manteiga.

B. Preparo da Massa na Máquina de Pão, Assado no forno convencional

1. Coloque todos os ingredientes com exceção do fubá na máquina de pão. É recomendado que a ordem dos ingredientes seja seguida, ou seja, começar pela água morna e terminar pelo fermento. Ligue no ciclo “Massa” e deixe até o processo terminar. O ciclo geralmente dura 1 hora e 30 minutos.

2. Retire da bandeja da máquina de pão e realize o passo 2 do preparo manual.

3. Idem ao passo 3 do preparo manual.

C. Preparo Total na Máquina de Pão

Coloque todos os ingredientes com exceção do fubá na máquina de pão. É recomendado que a ordem dos ingredientes seja seguida, ou seja, começar pela água morna e terminar pelo fermento. Programe a máquina de pão da seguinte forma: ciclo – normal, quantidade de massa – I e cor – média. Quando estiver pronto é só servir.

Observações

  • O modo de preparo C não utiliza o fubá;
  • O preparo na máquina de pão pela primeira vez deve ser acompanhado. Observe que a massa, após batida, fique no formato de uma bola, não grudando nas paredes da bandeja e totalmente uniforme. Pequenas variações de máquinas ou de temperatura podem fazer com que isso não aconteça. Se ficar grudando nas paredes da bandeja, adicione mais farinha. Se não ficar uniforme (massa muito dura) adicione mais água morna. A princípio, a receita do post funciona bem em grande parte das máquinas de pão;
  • É importante que o fermento seja novo e que não esteja aberto (fermento arejado não funciona). O ideal é comprar um saquinho no supermercado especificamente para a receita;
  • O fermento deve ser do tipo “seco instantâneo”. Isso não é o mesmo que somente “seco”;
  • Se a temperatura ambiente for mais baixa que 24ºC, aproxime o pão de um local mais quente (fogão, estufa, etc.) para obter a temperatura ideal.

Bolo Alpino

O bolo é um alimento formado por uma massa, tipicamente a base de farinha, e geralmente (mas nem sempre) doce. Cozido em forno, é presença constante em festas de aniversário e casamentos.

A origem do bolo é atribuída aos Romanos, especialmente em grandes festas da burguesia (será que tinha bolo nas famosas orgias?). É claro que desde então o bolo evoluiu muito. As receitas proliferaram aos bilhões e hoje deve existir bolo com praticamente tudo de comer que se encontra nos supermercados. Dentre essa vasta quantidade de ingredientes, o chocolate certamente tem um lugar de destaque. Bem mais novo que seu antepassado romano, o bolo de chocolate é uma invenção recente, do século XIX. Antes disso, o chocolate era quase que exclusivamente empregado em bebidas. Era o Red Bull® de outras épocas! Aliás, reza a lenda que o primeiro europeu a descobrir o cacau foi Cristóvão Colombo, em uma de suas viagens à América por volta de 1500. Graças a globalização de antigamente duas criações tão distantes ficaram tão próximas.

Bolo AlpinoSempre gostei de bolos de chocolate, tanto de comer quanto de fazer. Experimentei misturas, componentes e receitas e cheguei a minha combinação “ideal” de massa. Como chocólatra de formação, geralmente ponho chocolate nos bolos que faço, normalmente em pó mas porque não em pedaços também? Foi assim que surgiu o Bolo Alpino. Muito pedido por meus amigos, parentes e conhecidos, esse bolo tem em sua receita um ingrediente de sucesso: o popular chocolate Alpino da Nestlé®. Pode ser utilizando tanto no formato bombom (meu preferido), quanto no formato tablete. Também pode ser servido com ou sem cobertura. Uns preferem comer quente, e sentir o Alpino derretido no meio do bolo. Outros preferem frio, sentindo pedaços crocantes de chocolate no bolo. Fica ao gosto do freguês.

A seguir está a receita do bolo. A receita também pode ser baixada em formato pdf ou ainda baixada no formato mp3, para ser ouvida no seu iPod enquanto a prepara na cozinha.

Bom apetite!

Receita do Bolo Alpino

Ingredientes

2 ovos

2 xícaras farinha de trigo, peneirada

¾ xícara chocolate em pó

1 e xícaras açucar

1 xícara leite

1 colher de sopa fermento químico

1 cálice de conhaque

1 colher de chá essência de baunilha

50 gramas manteiga, sem sal

250 gramas chocolate, Alpino

Modo de Preparo

1. Bata duas claras em neve e reserve.

2. Derreta a manteiga e reserve.

3. Quebre o chocolate Alpino em pequenos pedaços. Cubra com um pouco de farinha para que o chocolate não desça ao fundo da forma. Reserve.

4. Faça a massa do bolo: em uma batedeira misture as gemas, o açúcar e a manteiga derretida. Quanto ficar com aspecto de creme, acrescente a farinha de trigo e o chocolate em pó. Aos poucos vá adicionando o leite. Bata até a massa ficar uniforme. Ponha então o conhaque, a baunilha e o fermento. Por último, misture as claras em neve utilizando uma colher.

5. Unte uma forma, preferencialmente em material antiaderente, com margarina e cubra com farinha. Mantenha na forma apenas a farinha que grudar na margarina, removendo o excesso. Despeje no fundo da forma uma camada da massa do bolo (mais ou menos1/3 do total) e coloque metade do chocolate Alpino picado.  Coloque outra camada de massa de bolo e adicione a outra metade do chocolate Alpino picado. Cubra com a última camada de massa do bolo.

6. Leve ao Forno, pré-aquecido em temperatura média, por cerca de 30 minutos. Desinforme ainda quente, cerca de 20 minutos após sair do forno.

Cobertura

Ingredientes

1 lata leite condensado

2 colheres de sopa chocolate em pó

30 gramas manteiga

Modo de Preparo

Em uma panela anti-aderente, derreta a manteiga. Adicione o leite condensado e o chocolate em pó. Misture em fogo brando até aparecer o fundo da panela.